shutterstock_666038536-1.png

4 desafios ao montar um ecommerce de celulares e acessórios e como superá-los

Criar um ecommerce de smartphones e acessórios de telefonia não é uma tarefa simples, mas pode ser bastante lucrativa se feita com atenção a detalhes como os meios de pagamento online, ou o sistema antifraude que você vai escolher, bem como a plataforma de ecommerce que vai utilizar para desenvolver suas atividades.

Mas além dessas preocupações, provavelmente também surge aquele questionamento interno: “devo investir em um ecommerce do tipo agora, com a economia do país dessa forma?”

A resposta para esse questionamento vem de uma frase do famoso empreendedor, Bill Gates: “No futuro, existirão dois tipos de empresa de varejo: as que venderão pela internet e as que não existirão mais”.

Essa frase não é só de efeito não. Nos Estados Unidos, o share total de vendas online já é 10%, enquanto no Brasil ainda é 4%. Isso nos confirma como um mercado nacional de ecommerce promissor e com um potencial enorme de crescimento, em especial, quando olhamos para o crescimento no número de consumidores virtuais no Brasil: são mais de 25 milhões de brasileiros que fizeram ao menos uma compra virtual no 1º semestre de 2017, um aumento de 10,3%, se comparado com 2016.

Além disso, um dado muito interessante do setor de smartphones e acessórios de telefonia é o share dentro da categoria de ecommerce. Esse setor, um dos com maior potencial de crescimento, representa 35% dos pedidos e 43% do faturamento total de ecommerces no Brasil, de acordo com uma pesquisa da ebit WebShoppers.

Apesar dos dados promissores quanto ao modelo de ecommerce, é preciso estar atento aos desafios de montar um ecommerce de smartphones e acessórios de telefonia.

Veja alguns deles agora:

Planejamento

Esse é o ponto inicial e essencial para qualquer negócio, em especial um negócio online. Não adianta abrir um ecommerce de smartphones e acessórios de telefonia e achar que vai vender super e faturar todos os meses só por conta da alta demanda do setor.

Por mais que o mercado de celulares e acessórios de telefonia seja bastante popular e tenha uma dinâmica muito particular, é preciso ter muito bem definido o que você quer oferecer, quem você pretende atingir - a buyer persona do seu ecommerce -, e como vai fazer isso.

Além disso, tal qual uma loja física, um ecommerce não pode deixar de ter capital inicial e um bom plano de negócios, para você saber exatamente quais as estratégias que vai seguir e o que precisa fazer para que a sua loja virtual comece a operar plenamente.

Plataforma de ecommerce

Um dos maiores desafios de se abrir uma loja virtual definitivamente é a escolha da plataforma de ecommerce. Aqui a dica é escolher o que mais combina com o seu negócio e o que melhor atende suas necessidades.

Você pode escolher entre 3 modelos principais: SaaS - o modelo mais comum -, plataformas Open Source e Plataformas Exclusivas. O modelo SaaS empresta um sistema mais robusto para você usar como base para a sua loja e você paga apenas uma mensalidade. O modelo open source é baseado em um código aberto disponível na internet, feito por algum desenvolvedor e o modelo de plataforma exclusiva - o mais caro, geralmente - é feito sob medida para as suas necessidades, depois de você contratar um programador para o seu projeto.

O ponto mais importante no momento de escolher o seu modelo e o seu fornecedor, é: não se esquecer da responsividade. Pense totalmente nos usuários mobile, ou seja, naqueles que acessarão o seu ecommerce pelo smartphone, que hoje são a maioria, basicamente falando.

Sistema de segurança

Este, sem dúvidas, é o maior desafio de um ecommerce, principalmente um menor e mais recente: a segurança.

Isso envolve certificados SSL, a escolha de bons sistemas de pagamento online que possuam um ampla variedade de meios de pagamento como a Tokenização, Pagamento com um click, Recorrência e Assinatura, além de muitas outras, a integração fácil entre diversas plataformas e serviços, e principalmente, ferramentas de redução de fraudes nas transações, para evitar problemas financeiros.

Estar presente nos marketplaces

Sabemos que 60% das vendas online no brasil são realizadas através dos marketplaces como Americanas, Casas Bahia, Netshoes, Amazon, Shoptime, Mercado Livre e Walmart, por isso, é importante estar presente neles. Isso porque você conquista uma exposição muito maior, o que favorece a efetivação de mais vendas.

Na hora de abrir seu ecommerce, preste bastante atenção a esses 4 pontos e comece a planejar antes, para operacionalizar depois. Assim, você garante mais chances de vender smartphones e acessórios de telefonia.

Ainda está com dúvidas sobre como desenvolver o seu ecommerce? Nós podemos te ajudar!

BR- Campanha Celulares e Acessórios