Como evitar fraudes e golpes pagamento online

Como evitar fraudes e golpes em pagamentos online

O e-commerce nacional deve crescer 12% este ano em relação a 2016 e faturar R$ 59,9 bilhões, de acordo com previsão da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). O ano deve registrar mais de 200 milhões de pedidos nas lojas virtuais.

Segurança, comodidade, tempo otimizado são algumas das vantagens vivenciadas pelos consumidores digitais ao optar pelas compras na internet.

Com a crescente ascensão das transações virtuais, porém, cresce proporcionalmente o número de fraudes e golpes. Inibir esse tipo de ação é fundamental para assegurar a saúde financeira do e-commerce, já que parte dos prejuízos provocados pelos fraudadores recai sobre o lojista.

Como se proteger dos prejuízos nas transações online?


Os varejistas virtuais normalmente adotam três ferramentas de defesa principais:

  1. Travas de segurança e monitores que detectam atividades suspeitas

  2. Rastreamento e reconhecimento de dispositivos de compra (IP e localizador geográfico)

  3. Registro de dados dos clientes com informações das últimas compras

Para reduzir o risco de o cliente desistir de consumir, o lojista de e-commerce deve identificar a legitimidade e a liberação da compra com agilidade.

Chargeback


O chargeback (ou estorno, em português) é o cancelamento de uma compra feita com cartão de débito ou crédito promovido pela administradora do cartão por quatro motivos, sendo que três deles podem ser por fraude:

1 - Fraude efetiva:

Quando, ao receber a fatura de seu cartão de crédito, o usuário não reconhece a compra e pede o estorno para a administradora do cartão.

2 - Autofraude:

Quando o verdadeiro dono do cartão faz a compra e, por má fé, diz não reconhecê-la.

3 - Fraude amigável:

Quando alguém próxima ao verdadeiro dono do cartão realiza uma compra e então ele não se lembra de ter feito, pedindo o estorno.

4 - Desacordo comercial:

Arrependimento, descumprimento da oferta, entrega fora do prazo, produto danificado, comprador não se recorda da compra, não reconhece o nome da loja em sua fatura (soft descriptor: campo onde o nome da loja será impresso na fatura do portador).

Vantagens de um especialista em segurança em pagamento e recebimento na internet

Entre as principais vantagens de utilizar um especialista em antifraude como parceiro de seu comércio eletrônico estão:

  • Maior proteção contra o chargeback
  • Equipe especializada em prevenção e análise de risco
  • Profissionalização de vendas com cartões de crédito
  • Automação do processo de análises e venda
  • Quando recebe um pedido com status ‘aprovado’, o vendedor terá certeza de que o intermediador realizou uma análise criteriosa e aprovou a transação. Existe então a segurança na liberação do serviço ou início da logística para entrega do produto.

Estando tudo acordado com os termos da compra, o vendedor apenas precisará aguardar a liberação de seus pagamentos online. Os clientes poderão parcelar no cartão de crédito e o gestor do e-commerce receberá o valor da venda de acordo com a negociação, podem ser em até 30 dias. Esse processo permite aumentar a confiança do comprador e também o de volume de vendas da loja virtual.

Isso acabará com a fraude e com os prejuízos?

É importante ressaltar que não existe 0% de fraude. Quando isso acontece, é sinal de que a empresa não está vendendo. Enquanto existir o comércio eletrônico, será preciso aprender a lidar com a fraude. As empresas precisam saber administrar sua rede por meio de soluções que protejam o bom cliente.

Boas vendas!

Guia PayU Tudo sobre pagamentos online