PayU - Como vender mais no Natal depois do sucesso da Black Friday

Como vender mais no Natal depois do sucesso da Black Friday

Com a conclusão da Black Friday e da Cyber Monday, a temporada de Natal está oficialmente aberta para os ecommerces. Fique tranquilo, gestor de ecommerce! As ideias que vamos apresentar servem tanto para você que vendeu muito bem nessa Black Friday quanto para quem não atingiu a meta esperada, mas agora tem a chance de bater recordes de vendas.

A primeira coisa que é preciso ter em mente é: a Black Friday não é uma ameaça para o aumento das vendas natalinas.

O Natal segue firme e forte como data promocional no calendário dos varejistas.

Entre outros fatores para isso, podemos apontar o pagamento do 13° salário, as promoções de Natal, de Saldão e de Ano Novo.

13° salário: uma grande oportunidade para as vendas de Natal

São 83 milhões de brasileiros que receberam o 13° salário até o fim de novembro. É quase metade da população brasileira, um número bem alto. E cerca de 35% desses público - aproximadamente 29 milhões de pessoas - pretendem usar esse dinheiro para fazer compras. Vale lembrar que, no ano passado, o 13° injetou R$ 200 bilhões na economia brasileira.

Outro ponto que merece destaque é como o consumidor da época de Natal costuma fazer compras. Ele pensa em presentear amigos e familiares e não só ele mesmo.

Analisando por esse lado, vale a pena apostar em uma comunicação mais voltada para lembrar seu consumidor de presentear quem ele gosta, talvez até oferecendo pacotes promocionais, a depender do produto que seu ecommerce vende.

Tomar esse tipo de decisão como gestor faz todo sentido, pois no geral o consumidor do Natal não costuma comprar presentes para si mesmo, um comportamento do consumidor justamente contrário quando comparado com o da Black Friday.

Organize o cronograma para vender mais no Natal

Como gestor, é importante também fazer a organização do cronograma de atividades do ecommerce. Isso serve para o planejamento, criação das peças de marketing/comunicação e execução das campanhas previamente desenhadas.

O ideal é colocar em operação as campanhas de Natal logo após a Black Friday. No entanto, ainda dá tempo de fazer ações para sua loja online já que, geralmente, os consumidores desta época costumam fazer suas pesquisas de preços apenas duas semanas antes da data.

O planejamento de uma loja virtual precisa ser realmente certeiro nessa época após a Black Friday, devido a um fato importante: se comparada a esta data, o Natal perde um pouco no que se refere às vendas online. Por isso, é essencial que o ecommerce esteja rodando perfeitamente e que os meios de pagamentos online estejam funcionando sem falhas técnicas.

O hábito de compras do brasileiro no Natal é marcado pelo aumento nas vendas de produtos como roupas, perfumes, games e brinquedos, e uma boa diminuição nas vendas de eletrônicos e eletrodomésticos, justamente os queridinhos da Black Friday.

Conteúdos e atendimento personalizados para aumentar vendas no Natal

Há outros diferenciais que os consumidores têm valorizado bastante em lojas virtuais e físicas: a personalização do conteúdo e do atendimento.

O compradores estão buscando ecommerces que ofereçam conteúdo relevante e personalizado sobre os produtos à venda, com explicação em vídeos sobre como funcionam, por exemplo. Vale apostar nessa solução para os seus produtos, caso você já tenha vídeos de alta qualidade.

Quanto ao atendimento personalizado, os consumidores estão preferindo lojas que já tenham armazenados previamente dados pessoais vindos de outras compras. Ou seja, a fidelização acaba sendo mais importante do que a aquisição de novos clientes. Além disso, um atendimento multicanal, envolvendo WhatsApp, redes sociais, chatbot, telefone e e-mail, favorece uma melhor experiência de compra ao usuário.

Uma coisa você já deve ter entendido bem: cada época de vendas tem suas características especiais, e é preciso levar em conta esses pontos, respeitando as peculiaridades como produtos prediletos em uma época determinada, o tíquete médio maior ou menor, o formato da compra, se prefere parcelar ou guardou o dinheiro para pagar a vista, algo que influi diretamente nos meios de pagamento online que precisam estar disponíveis no seu ecommerce.

Só pensando em todos esses pontos é possível criar um bom relacionamento com seus prospects e clientes e gerar um aumento de vendas.

PayU - Fale com um especialista