PayU_20181019_ImgBlog01_On_v01-1.jpg

Saiba como evitar chargeback depois da Black Friday

A Black Friday representa uma das datas mais importantes para o varejo nacional, juntamente com o Natal. Obviamente, essas datas são extremamente importantes para as lojas virtuais e criam uma expectativa grande tanto no público quanto nos empresários.

Períodos com picos de venda são um paradoxo. Geralmente, acontece um bom aumento no número de vendas online, mas vem acompanhado de alta no volume de chargebacks: quando o consumidor solicita e o provedor de cartão de crédito pede a devolução do valor de uma venda. Existem diversos motivos pelos quais o cliente toma essa decisão, nem todos de má-fé.

Evitar chargebacks se tornou uma tarefa constante dos donos de ecommerce, especialmente em datas sazonais como a Black Friday ou o Natal.

No texto de hoje, vamos apresentar dados sobre os picos de venda e de chargebacks e como evitar que isso aconteça com o seu ecommerce a fim de garantir um aumento de vendas sem sustos.

As compras de fim de ano

À medida que os consumidores vão começando a semana após a Black Friday ou Cyber Monday e verificam suas contas bancárias, eles geralmente analisam com mais cuidado os gastos e sentem o que chamamos de “remorso do comprador”.

Eles, então, entram em contato direto com a empresa de cartão de crédito para realizar o estorno. Isso é, obviamente, apenas uma pequena parcela dos chargebacks que os gestores de ecommerces experimentam após os picos sazonais de compras.

Às vezes, no entanto, essas disputas de serviços do titular do cartão surgem de uma preocupação genuína do comprador, e isso pode ser um sinal de que a conta ou o cartão pode ter sido comprometido. É importante que os donos de ecommerce e a empresa responsável pelo cartão investiguem cuidadosamente essas alegações. No entanto, também é importante equilibrar potenciais perdas na decisão de quais recursos alocar para tal investigação.

Os varejistas online devem prestar muita atenção às disputas de transação como parte de sua estratégia de gerenciamento de risco, porque altas taxas de estorno são frequentemente um sinal de fraude no varejo.

Mas reduzir os chargebacks do varejo digital no fim das contas é um investimento necessário do ecommerce em uma análise mais a longo prazo, não apenas para garantir os lucros do aumento das vendas, mas também para manter o cliente satisfeito.

Mas como fazer para evitar o chargeback?

Existem algumas práticas que podem ajudar seu ecommerce a evitar que isso aconteça. Vamos enumerar algumas a seguir:

Seja transparente com suas políticas de entrega

Em alguns casos, chargebacks acontecem por falta de transparência na política de entrega, seja por conta de falta de informação seja pela falta de clareza nas informações prestadas. Um exemplo disso, é quando uma loja define o prazo de entrega da mercadoria mas não informa se são dias úteis ou dias corridos. O melhor a fazer é facilitar o caminho para que o usuário encontre sua política de entrega na sua loja virtual.

Simplifique sua política de devolução

Seus usuários sabem como proceder quando desejam devolver um produto que acabaram de comprar? Se a informação estiver escondida, difícil de encontrar ou simplesmente não tiver coerência, então os compradores se sentirão dentro de seus direitos de emitir um estorno em vez de usá-lo como último recurso.

Melhore o atendimento ao cliente

Às vezes, os compradores só querem alguém para conversar quando estão com um problema. A disseminação das mídias sociais também aumentou as expectativas dos consumidores em relação ao recebimento de uma resposta mais imediata. Por isso, a sua equipe de atendimento ao cliente precisa estar pronta para realizar um ótimo serviço tanto online quanto por telefone.

Outra dica boa é manter um FAQ no seu site, com as respostas para as perguntas mais frequentes do público referentes aos produtos que você vende e sobre a forma como os vende no seu ecommerce.

Exija um código de segurança para o cartão de crédito

Em toda compra, exija que o cliente especifique e digite o código de verificação de cartão (CVV) que fica na parte de trás do cartão. Isso pode evitar fraudes com o cartão.

Tenha um módulo antifraude 

Uma tecnologia que combina inteligência artificial e estatísticas para determinar a probabilidade de fraude em uma transação pode ser sua grande aliada no combate à fraude. Implementando os métodos corretos de sistema antifraude, você pode evitar que os chargebacks comecem a aparecer.

A chave é entender as razões pelas quais os estornos ocorrem e ter os melhores processos e tecnologias para combater casos reais de fraude.

Essas são apenas algumas soluções básicas para resolver o problema do chargeback no seu ecommerce. Descubra o que mais você pode fazer para reduzir drasticamente os estornos de varejo para sua empresa e manter seus lucros com a PayU.

Meios de Pagamento PayU